terça-feira, 2 de agosto de 2011



Ninguém é 100% feliz sozinho, eu sei disso. Acho que a gente passa por uma série de fases. Só que chega uma hora que todo mundo quer alguém pra dormir juntinho, um peito pra encostar o ombro quando o mundo parece gigante e assustador, uma palavra que tenha um efeito calmante e incentivador. É ou não é?

Acho que as mulheres são exigentes demais. Fazem uma lista enoooooooooooorme. O cara tem que ser assim e assim, não pode fazer isso e aquilo, tem que gostar daquilo lá e daquela outra coisa. Ficam buscando o homem perfeito, ideal. Querem um robô. Esquecem que não são perfeitas, que não são princesas. Tá tudo errado, virado e desarrumado. Acho que os homens estão certos. Eles não têm uma listinha de pré-requisitos. Eles só querem ser amados. Mais nada. E a gente devia seguir o exemplo deles.

Para começar, homem não traz felicidade. Quem pensa isso está completamente enganada. Na verdade, nem homem nem dinheiro. Mas ter alguém que nos trata bem, nos respeita, cuida, protege e ama é muito bom. Melhor ainda se for o amor da sua vida. Acho que poucos têm essa sorte boa de encontrar isso que a gente chama de amor da vida, alma gêmea. Se você é um sortudo/sortuda, jogue as mãos para o céu, abrace e beije o seu amor e agradeça de coração a felicidade que tem.

As pessoas esperam demais umas das outras. E é isso que fode tudo. Verdade, isso destrói tudo, despedaça a gente por dentro. Terrível demais. Quase macabro. Já pensou que bom seria não esperar nada de nada de nada de nada? Impossível, a gente espera. Mesmo não querendo, a gente espera (e muitas vezes se desespera).

Homem nenhum é garantia de felicidade. Mulher nenhuma é garantia de felicidade. A felicidade fica na nossa mão, é nossa responsabilidade. Ter alguém para dividir a vida, a cama, a mesa e o banho é fantástico, mas você tem que aprender a viver só, antes de viver com alguém. Isso aprendi com a minha mãe, ainda pequena. Entre uma história e outra de contos de fadas, ela me dizia que eu sempre tinha que gostar de mim !

Compartilhar

0

0 comentários:

Postar um comentário